O tempo todo você está vivenciando diferentes emoções, de acordo com cada momento de sua vida. Alegria ao reencontrar um amigo, tristeza ao final de um relacionamento, vaidade com uma promoção em um emprego… E é muito importante quando você consegue sentir cada uma dessas emoções “na medida certa”, e depois, retornar à sua rotina, sem permanecer conectado às emoções e / ou sensações.


O problema acontece, quando você passa a sentir estas emoções com tal profundidade, que não consegue pensar em outra coisa ou abrir espaço para novas emoções.

A depressão ocorre quando você não consegue superar um sentimento de tristeza profunda, ou ainda, quando esse sentimento se apresenta sem motivo aparente, porém aparece, sem perspectiva para ir embora.


Uma pessoa com depressão, não consegue sair da situação de tristeza, que geralmente, vem acompanhada de falta de ânimo, falta de apetite e de sono, perda de interesse, ausências de prazer. O depressivo acaba por observar a vida, através de um filtro cinzento, e não consegue criar coragem para sair da situação apresentada. O episódio depressivo pode configurar-se como leve, moderado e grave, de acordo com a intensidade dos sintomas apresentados.


Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), o número de pessoas afetadas pela depressão vem aumentando consideravelmente, ao redor do mundo, chegando à crescer 18,4%, desde 2005. No Brasil, cerca de 5,8% da população sofre de depressão, o que nos faz sermos primeiro lugar em depressão na América Latina. Também afirmam as estatísticas que em 2020, a depressão seria a maior causa de afastamento do trabalho, onde o Instituto Nacional do Seguro Social, INSS, registrou no ano de 2016, 75,3 mil trabalhadores afastados de seus cargos.


Cuide de sua saúde Emocional.


  • 4.-Confirmar-por-WhatsApp