Transtorno de Ansiedade de DOENÇA (TAD)


O que é o Transtorno de Ansiedade de Doença?⁣

Preocupações a respeito da própria saúde são comuns e bem-vindas, desde que direcionem a pessoa para a busca de uma melhor qualidade de vida.⁣

Porém, para algumas pessoas, essas preocupações a respeito da própria saúde podem tomar 𝐩𝐫𝐨𝐩𝐨𝐫çõ𝐞𝐬 𝐞𝐱𝐜𝐞𝐬𝐬𝐢𝐯𝐚𝐬 𝐞 𝐦𝐚𝐥 𝐚𝐝𝐚𝐩𝐭𝐚𝐭𝐢𝐯𝐚𝐬, com alto grau de 𝐚𝐧𝐬𝐢𝐞𝐝𝐚𝐝𝐞, 𝐬𝐨𝐟𝐫𝐢𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨 𝐞𝐦𝐨𝐜𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥, 𝐩𝐫𝐞𝐣𝐮í𝐳𝐨𝐬 𝐧𝐚 𝐪𝐮𝐚𝐥𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞 𝐝𝐞 𝐯𝐢𝐝𝐚 e 𝐧ã𝐨 𝐧𝐞𝐜𝐞𝐬𝐬𝐚𝐫𝐢𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞 se traduzir em um cuidado maior com a própria saúde.⁣

O Transtorno de Ansiedade de Doença (TAD) é um exemplo de quando isso acontece. No TAD a pessoa apresenta:⁣

⏩𝐏𝐫𝐞𝐨𝐜𝐮𝐩𝐚çã𝐨 E𝐱𝐜𝐞𝐬𝐬𝐢𝐯𝐚 a respeito de ter no momento (e não estar sendo diagnosticada) ou vir a desenvolver alguma doença grave no futuro.⁣

⏩A preocupação e/ou medo excessivos ocorrem 𝐦𝐞𝐬𝐦𝐨 𝐧𝐚 𝐚𝐮𝐬𝐧𝐜𝐢𝐚 de sintomas da doença. A pessoa costuma interpretar 𝐩𝐞𝐪𝐮𝐞𝐧𝐨𝐬 𝐬𝐢𝐧𝐭𝐨𝐦𝐚𝐬 𝐟í𝐬𝐢𝐜𝐨𝐬 como sugestivos da doença grave que teme apresentar.


⏩Por exemplo, algum leve desconforto abdominal que dure 1-2 dias, pode ser percebido como um indício de estar desenvolvendo uma doença grave, gerando 𝐞𝐱𝐭𝐫𝐞𝐦𝐨 𝐠𝐫𝐚𝐮 𝐝𝐞 𝐚𝐥𝐚𝐫𝐦𝐞 𝐞 𝐚𝐧𝐬𝐢𝐞𝐝𝐚𝐝𝐞, 𝐜𝐨𝐦 𝐚𝐥𝐭𝐚 𝐜𝐚𝐫𝐠𝐚 𝐝𝐞 𝐝𝐞𝐬𝐜𝐨𝐧𝐟𝐨𝐫𝐭𝐨 𝐞𝐦𝐨𝐜𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥 𝐞 𝐩𝐫𝐞𝐣𝐮í𝐳𝐨𝐬 𝐞𝐦 𝐚𝐭𝐢𝐯𝐢𝐝𝐚𝐝𝐞𝐬 𝐜𝐨𝐭𝐢𝐝𝐢𝐚𝐧𝐚𝐬 (ex.: passar grande parte do seu dia ocupado em buscas por informações sobre doenças, desmarcar compromissos, entre outros).⁣

⏩Caso de fato a pessoa apresente alguma doença clínica, a preocupação costuma ser 𝐜𝐥𝐚𝐫𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐞 𝐝𝐞𝐬𝐩𝐫𝐨𝐩𝐨𝐫𝐜𝐢𝐨𝐧𝐚𝐥 à gravidade do quadro apresentado.⁣


A preocupação/medo excessivos podem levar a pessoa a um dos seguintes 𝐩𝐚𝐝𝐫õ𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐜𝐨𝐦𝐩𝐨𝐫𝐭𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨:⁣

🔹(1) 𝐯𝐞𝐫𝐢𝐟𝐢𝐜𝐚çõ𝐞𝐬 𝐫𝐞𝐩𝐞𝐭𝐢𝐝𝐚𝐬 do próprio corpo procurando sinais de doenças ou 𝐛𝐮𝐬𝐜𝐚 𝐞𝐱𝐜𝐞𝐬𝐬𝐢𝐯𝐚 𝐩𝐨𝐫 𝐢𝐧𝐟𝐨𝐫𝐦𝐚çõ𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐬𝐚ú𝐝𝐞 (ex.: diversas consultas, exames, busca por informações médicas na internet) com o objetivo de tentar se tranquilizar momentaneamente, pela ausência de confirmação da doença (ex.: resultado de exame negativo).


Porém, após algum tempo de alívio do sofrimento, 𝐨 𝐜𝐢𝐜𝐥𝐨 𝐝𝐞 𝐩𝐫𝐞𝐨𝐜𝐮𝐩𝐚çã𝐨 𝐞 𝐛𝐮𝐬𝐜𝐚 𝐩𝐨𝐫 𝐧𝐨𝐯𝐨𝐬 𝐫𝐞𝐚𝐬𝐬𝐞𝐠𝐮𝐫𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨𝐬 𝐯𝐨𝐥𝐭𝐚 𝐚 𝐚𝐜𝐨𝐧𝐭𝐞𝐜𝐞𝐫 na mesma intensidade. Ou seja, 𝐦𝐞𝐬𝐦𝐨 𝐚𝐩ó𝐬 𝐮𝐦𝐚 𝐚𝐯𝐚𝐥𝐢𝐚çã𝐨 𝐝𝐞 𝐬𝐚ú𝐝𝐞 𝐚𝐝𝐞𝐪𝐮𝐚𝐝𝐚, os sintomas de ansiedade de doença persistem.⁣

🔹(2) a pessoa 𝐞𝐯𝐢𝐭𝐚 ao máximo ir à consultas e realizar exames, pelo medo de que algo possa ser detectado e confirme o diagnóstico que teme apresentar.⁣

A preocupação excessiva é crônica (𝐝𝐮𝐫𝐚 𝐩𝐞𝐥𝐨 𝐦𝐞𝐧𝐨𝐬 𝐩𝐨𝐫 𝟔 𝐦𝐞𝐬𝐞𝐬), mas a doença com a qual a pessoa se preocupada pode mudar ao longo desse período.⁣

Existem 𝐨𝐩çõ𝐞𝐬 𝐝𝐞 𝐭𝐫𝐚𝐭𝐚𝐦𝐞𝐧𝐭𝐨𝐬 para o TAD, como o uso de alguns medicamentos específicos e o tratamento com Psicoterapia.⁣

⚠️Importante:⁣

🔹(1) a suspeita de doenças clínicas deve ser 𝐬𝐞𝐦𝐩𝐫𝐞 𝐢𝐧𝐯𝐞𝐬𝐭𝐢𝐠𝐚𝐝𝐚 𝐜𝐨𝐦 𝐩𝐫𝐮𝐝ê𝐧𝐜𝐢𝐚 𝐞 𝐬𝐞𝐠𝐮𝐢𝐧𝐝𝐨 𝐚𝐬 𝐫𝐞𝐜𝐨𝐦𝐞𝐧𝐝𝐚çõ𝐞𝐬 𝐦é𝐝𝐢𝐜𝐚𝐬 𝐯𝐢𝐠𝐞𝐧𝐭𝐞𝐬. A presença de TAD não anula a investigação adequada e responsável de doenças clínicas. Doenças clínicas são um importante diagnóstico diferencial de TAD.⁣

🔹(2) existem 𝐨𝐮𝐭𝐫𝐨𝐬 transtornos mentais que podem se assemelhar com TAD, e sua correta diferenciação deve ser realizada. Transtornos Semelhantes:

⏩Transtorno de adaptação

⏩Transtorno de sintomas somáticos

⏩Transtorno do pânico

⏩Transtorno obsessivo-compulsivo

⏩Transtornos psicóticos, a exemplo do transtorno delirante persistente tipo somático entre outros.


Sandra Souza

Neuropsicanalista Clínica e Psicoterapeuta

Mestranda em Saúde Mental

🔘Registro ABP CPP/RS:10.119 🔘ITR:14268


  • 4.-Confirmar-por-WhatsApp